Um Novo Capítulo: O Uso da Telessaúde no Sistema Único de Saúde do Brasil

O Ministério da Saúde (“Ministério”) publicou dois regulamentos de telessaúde com impacto no Sistema Único de Saúde (“Sistema”). A Portaria 1.348/22 (“Primeiro Regulamento”) implementa seu uso e a Portaria 1.355/22 (“Segundo Regulamento”) estabelece o Projeto Piloto de Unidade Básica de Saúde Digital (“Projeto”). A Regulamentação busca coletivamente ampliar o acesso da população aos serviços de saúde, principalmente em áreas sem atendimento especializado. O Governo Brasileiro (“Governo”) pretende investir 14,8 milhões reais na estruturação e automatização de Unidades Básicas de Saúde (“Unidades”) em 326 municípios do país.

O Primeiro Regulamento impõe requisitos para atividades de telessaúde (“Atividades”) dentro do Sistema. Especificamente, as Atividades devem ser (i) realizadas por um profissional de saúde devidamente registrado e (ii) disponibilizadas em plataformas digitais devidamente registradas após (iii) receber o consentimento informado do paciente e enquanto (iv) garantir a privacidade, confidencialidade, sigilo, proteção de dados e segurança da informação, conforme determina a Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/18, “Lei”) e normas de ética profissional. Da mesma forma, os profissionais de saúde devem (v) cumprir seus respectivos requisitos de ética profissional nas Atividades e (vi) cumprir os requisitos de notificação obrigatória do Ministério de doenças e outros problemas de saúde. As atividades devem ser anotadas nos registros médicos do paciente, assim como as informações exigidas pela Seção 5 do Primeiro Regulamento. As atividades podem ser realizadas por Unidades (móveis ou fixas) cadastradas no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Brasil.

O Segundo Regulamento estabelece uma duração de dezoito meses para o Projeto e um foco em municípios “remotos/rurais” do interior do país distantes das grandes cidades. Além dessa designação “remoto/rural”, os municípios devem ter cobertura de equipes de Atenção Primária à Saúde igual ou superior a 75% e organizar fluxos de referência/contrarreferência para os serviços recebidos nas Unidades, cujos profissionais médicos e enfermeiros devem trabalhar no mínimo 40 horas por dia. semana. Após a confirmação de sua participação no Projeto, as Unidades receberão 20.000 reais em apoio financeiro do Governo para a implementação do Projecto e 700 reais por mês para manutenção de equipes específicas. As unidades podem esperar avaliações mensais contínuas.

READ  Trailer oficial do documentário de destaque 'The Territory' do Brasil

Graças à nova tecnologia, os profissionais de saúde terão acesso fácil a grandes quantidades de dados de pacientes, que podem ser compartilhados para várias finalidades em vários sistemas eletrônicos. Esses mesmos profissionais são instados a seguir as regras de proteção e segurança de dados pessoais da Lei, principalmente porque os dados de saúde humana são considerados dados pessoais sensíveis devido ao seu impacto na vida de uma pessoa e à violação potencial de princípios básicos de direitos humanos, como a dignidade humana.

Assim, a mudança para um ambiente digital, que inclui o tratamento de dados particularmente sensíveis, exige ações como maior transparência para os proprietários dos dados, explicações sobre a importância do uso dos dados, vantagens no compartilhamento dessas informações e medidas para proteger a segurança dos dados. O exposto torna-se mais urgente à luz do aumento dos ataques cibernéticos em todo o Brasil.

Embora a legislação (incluindo a Lei) ofereça a estrutura para o cumprimento, os participantes do mercado ainda devem se comprometer com a cuidadosa guarda, uso e compartilhamento dos dados do paciente.

A nova legislação é bem-vinda, especialmente no âmbito da Política Nacional de Saúde Digital e do Sistema de Telessaúde. Foram elaboradas diretrizes para (i) superar as barreiras socioeconômicas, culturais e geográficas, ao mesmo tempo em que permitem que serviços e informações de saúde cheguem a todas as populações; (ii) reduzir os tempos de espera; e (iii) encurtar o tempo de atendimento especializado ou diagnóstico, entre outros objetivos. O Governo surge motivado para implementar a telessaúde em todo o Sistema, tendo reconhecido as crescentes necessidades de saúde de toda a população do país.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

PETROLINK.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Petro Link