Polícia no Brasil faz batida em empresa farmacêutica em meio a estudo de vacina no Senado

São Paulo (Reuters) – A polícia federal brasileira invadiu na sexta-feira os escritórios da farmacêutica brasileira Precisa Medicamendos como parte de uma investigação sobre possíveis irregularidades na compra das vacinas Govit-19 da Bharat Biotech, na Índia. Senadores cuidando do julgamento.

O julgamento foi aprovado pelo juiz da Suprema Corte, Diaz Tofoli. Priestessa, que representou a Índia no Brasil antes que as acusações surgissem, negou o delito na sexta-feira e disse que cooperaria com um inquérito de alto nível no Senado.

Os testes seguem evidências levantadas por um inquérito do Senado examinando o plano do governo federal de comprar uma dose de 20 milhões da vacina covax produzida por Bharat.

O contrato foi assinado em fevereiro, mas foi suspenso posteriormente. [L2N2OE1H2]

Em nota enviada pelos senadores sobre a ação da Polícia Federal, “o Senado tentou de todas as formas obter informações do órgão de fiscalização e do Ministério da Saúde, mas sem sucesso”. “Por isso, é necessário usar essa ferramenta jurídica.”

Priscilla, que disse na sexta-feira que a empresa apresentou documentos aos senadores encarregados da investigação, foi adiada. Ele também disse que três representantes da empresa testemunharam perante a Comissão de Inquérito do Senado.

(Relatório de Eduardo Simis; Escrito por Ana Mano; Edição de Sisu Nomiyamma)

READ  Os melhores 30 Cooktop 5 Bocas para você

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Petro Link