Gás natural

Petrobras recomeça estudos sobre terminal flutuante para gás do pré-sal

A Petrobras estuda a possibilidade de projetos de liquefação de gás natural, para atender à oferta crescente de gás do pré-sal. Se for adotado, o projeto deve ser definido até 2022,  sendo implementado até 2025 em parceria com outras empresas do setor.

Segundo o gerente executivo de gás natural da empresa, Rodrigo Costa Lima e Silva,  um possível projeto de liquefação de gás, seria desenvolvido primeiramente com o intuito de fornecer gás nacionalmente, com cabotagem entre os terminais, entretanto  a opção de comercialização no mercado internacional não está excluída.

O objetivo da Petrobras é criar essa infraestrutura de forma compartilhada com outros produtores.  Com o mercado do pré-sal se expandindo, a empresa considera que a oferta de gás natural deve crescer em um volume que é quase igual à sua atual capacidade de produção no país, de 78 milhões de m³ por dia.

Vale resaltar que no início da decada de 2010, a empresa  chegou a considerar a possibilidade de uma estrutura de liquefação para a produção de gás offshore. Contudo, o plano não teve sucesso.

Sobre a Petrobras

Fundada em 3 de outubro de 1953, a Petrobras é uma sociedade anônima de capital aberto que atua de forma integrada e especializada na indústria de óleo, gás natural e energia.

Ela está presente em 19 países, nos segmentos de exploração e produção, refino, comercialização, transporte, petroquímica, distribuição de derivados, gás natural, energia elétrica, gás-química e biocombustíveis.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para O Topo