Partido dos Trabalhadores do Brasil traça programa eleitoral de 2022: austeridade e corporativismo

O Partido dos Trabalhadores (PT) marcou o início do ano eleitoral de 2022 no Brasil com uma série de anúncios que sugerem que o partido pretende reverter a austeridade imposta nos últimos cinco anos.

A alegação mais significativa é que, se voltar ao poder, o partido “revogará” a reforma trabalhista de 2017 promulgada pelo presidente Michel Temer, a ex-vice-presidente do PT Dilma Rousseff, que a sucedeu após o impeachment de 2016. A reforma ampliou amplamente o trabalho informal e provocou uma redução maciça dos salários. Ao mesmo tempo, cortou drasticamente o financiamento dos sindicatos desmoralizados, levando muitos deles a demitir dezenas de funcionários. O aumento do financiamento sindical é um dos objetivos centrais da chamada “revogação” do PT.

O partido também anunciou que buscará a revogação do congelamento de gastos de 20 anos, consagrado na Constituição brasileira em 2017, que causou uma enorme deterioração nos serviços públicos, infraestrutura e programas de alívio da pobreza. O PT afirma que o teto de gastos de 2017 é o único obstáculo a um programa de investimento maciço para trazer de volta empregos bem remunerados – sua própria versão das promessas fraudulentas de “construir de volta melhor” de Joe Biden nos Estados Unidos.

O ex-presidente do PT Luiz Inácio Lula da Silva (à direita) com seu companheiro de chapa favorito, seu ex-rival de direita Geraldo Alckmin (Crédito Ana Nascimento, AgenciaBrasil)

A nova candidatura do PT à presidência com a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ocorre em condições sociais extraordinárias. A morte em massa por COVID-19 se juntou a um crescimento acentuado da pobreza extrema, fome, desemprego e inflação. Com a classe dominante consciente de que está presidindo um barril de pólvora social inconciliável com as formas democráticas de governo, o presidente fascista Jair Bolsonaro e seus aliados de extrema direita estão trabalhando dia e noite nos preparativos para derrubar uma provável derrota nas urnas em outubro .

Seus ataques ao sistema eleitoral chegaram a tal ponto que os próprios chefes das Forças Armadas alertam para um putsch, ou um “cenário do Capitólio”, ordenando que os exercícios militares sejam antecipados para que todas as forças armadas estejam disponíveis para ação durante as eleições – sobretudo para suprimir a resistência dos trabalhadores a um golpe.

Sob essas condições, o Partido dos Trabalhadores está inteiramente dedicado a estabilizar o capitalismo brasileiro e impedir que a oposição popular a Bolsonaro se transforme em um movimento maciço contra o próprio capitalismo. Os recentes anúncios do PT pretendem dar um verniz de “esquerda” à campanha eleitoral pró-negócios de Lula, essencialmente direitista. Essa campanha segue os passos da oposição de direita do PT a Bolsonaro desde 2018, baseada inteiramente em críticas à sua incapacidade de agradar ao capital estrangeiro, temperada com uma preocupação fingida com a enorme taxa de mortalidade por COVID e a pobreza recorde que engole os trabalhadores brasileiros.

Ao lançar sua candidatura presidencial em novembro de 2021, Lula viajou pela Europa, encontrando-se com o então chanceler alemão Olaf Scholtz, o espanhol Pedro Sánchez e o francês Emmanuel Macron, que organizou uma recepção de alto nível com guardas de honra, enquanto aproveitava a visita de Lula para reforçar sua própria campanha presidencial de direita. Falando perante o Parlamento Europeu, Lula elogiou a União Europeia cada vez mais de direita e militarizada como um farol de paz e democracia, sinalizando para o capitalismo europeu uma mudança futura da política externa centrada nos EUA de Bolsonaro, que atraiu críticas internas e externas.

READ  Os melhores 30 Celular Xiaomi Redmi Note 7 128Gb Versão Global para você

No final de dezembro, Lula tornou públicas suas negociações para ter como companheiro de chapa Geraldo Alckmin, o quatro vezes governador de São Paulo que liderou duas vezes a chapa presidencial do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), principal oposição de direita ao PT. governa em um sistema bipartidário de fato que prevaleceu de 1994 a 2018. Alckmin terminou a corrida de 2018 com apenas 5% dos votos, o pior desempenho desde a fundação do PSDB em 1988.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

PETROLINK.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Petro Link