Manifestantes ocupam principal bolsa do Brasil

São Paulo, 23 de setembro (EFE)

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores em Situação de Rua de Rua (MDST) conduziram grupo até o entreposto da bolsa, no coração do distrito financeiro de São Paulo.

Deborah Lima, coordenadora do MTST na maior cidade do Brasil, disse à Efe que a escolha do local para a manifestação foi “simbólica porque uma pequena população se beneficia quando milhares de famílias passam fome”.

Em nota divulgada nas redes sociais, os organizadores mostram que mais de 116 milhões de brasileiros lutam contra a insegurança alimentar, com “o crescimento de uma fortuna e o surgimento de 42 novos milionários”.

“Bolsanaro e o mercado estão tentando matar nosso povo de fome. Eles não terão sucesso”, disse o comunicado.

O desemprego oficial aumentou mais de 14 por cento e a inflação está se aproximando de 10 por cento, com a epidemia do Govt-19 interrompendo a recuperação econômica após uma queda de 4,1 por cento no PIB do Brasil no ano passado.

Em resposta ao aumento da inflação, o banco central elevou a taxa básica de juros para 6,25% pela quinta vez esta semana em 2022, o nível mais alto em dois anos.

Bolzano, que agora está sendo investigado pelo Congresso brasileiro por ter lidado com a Covid-19, teve seu índice de aprovação reduzido nos últimos meses.

Embora a epidemia tenha diminuído ligeiramente, o vírus corona mata em média cerca de 500 vidas por dia.

O número de mortes Govt-19 no Brasil é superior a 592.000, perdendo apenas para os Estados Unidos, e o terceiro maior do mundo para os Estados Unidos e Índia em número de casos confirmados. EFE

nbo-wd / dr

READ  O primeiro fundo de transferência DeFi do mundo deve ser lançado no Brasil no próximo mês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima