Colisão no solo no Brasil – GOL 737 e Azul E195

Houve um incidente estranho entre duas aeronaves no Brasil, envolvendo uma colisão no solo, enquanto uma delas taxiava. Não houve feridos.

Uma das duas aeronaves incidentes. Foto: João Carlos Medau, CC POR 2,0

O caso aconteceu na sexta-feira, 29 de abril. Envolveu duas aeronaves, sendo uma delas um Azul Embraer E195. A tripulação desta aeronave havia voado anteriormente para Campinas Viracopos International (SBKP) no Brasil, como voo AD-4397. Este voo teve origem no Internacional de Brasília (SBBR) e pousou em segurança. Parece que não havia passageiros deste voo doméstico Brasil a bordo, durante a colisão no solo.

A outra aeronave no incidente foi um Boeing 737-800 da GOL Linhas Aéreas. Aterrissou em Campinas cerca de 50 minutos após a chegada do voo da Azul. Tinha vindo do Rio de Janeiro Santos Dumont (SBRJ), como voo GOL G3-2026. Mais uma vez, este parece ter sido um voo sem intercorrências, com duração de pouco menos de uma hora. A aeronave chegou a Campinas cerca de 10 minutos antes do previsto.

A outra aeronave incidente. Foto: Rafael Luiz Canossa, CC BY-SA 2.0

Colisão Terrestre no Brasil – O que Aconteceu

Tanto a GOL quanto a Azul são operadoras populares no Brasil, com os jatos nesta colisão terrestre atendendo rotas populares. Nesta ocasião, a tripulação do Azul E195 parece tê-lo estacionado em um estande remoto – número 109. Parece que a aeronave pode ter estacionado lá para alguma manutenção. Enquanto isso, a tripulação do GOL 737 pousou e taxiou pela Embraer da Azul, a caminho de um portão. Novamente, não sabemos quantos passageiros estavam neste voo.

Colisão no solo no Brasil - GOL 737 e Azul E195

A asa do GOL 737. Foto: JacdecNovoatravés do Twitter

Fontes no Brasil não mencionam se houve algo incomum na forma como o E195 foi estacionado, durante a colisão com o solo. Mas se algo estava estranho nisso, a tripulação do GOL 737 provavelmente não percebeu. O winglet da asa esquerda do 737 atingiu o cone de cauda do Embraer, causando danos às duas aeronaves. Ninguém dentro ou ao redor de qualquer aeronave sofreu ferimentos no incidente.

READ  O projeto 'I Hear U' constrói pontes médicas entre o Brasil e os refugiados - Monitor do Oriente

Ambas as aeronaves ainda estão em solo no Aeroporto de Campinas, no Brasil, desde a colisão. A aeronave da Azul neste incidente é um Embraer ERJ-195AR, com número de cauda PR-AYN, e tem pouco mais de onze anos e meio. O avião da GOL é um Boeing 737-8EH, com número de cauda PR-GUQ. Este é um pouco mais jovem, com pouco menos de 10 anos de idade.

Colisão no solo no Brasil - GOL 737 e Azul E195

O tailcone (escape APU) da Embraer da Azul. Foto: JacdecNovoatravés do Twitter

Fontes locais descreveram os danos em ambos os jatos como “reparáveis”. O GOL 737 seguiria para Brasília, como voo G3-1712. A companhia aérea teve que voar outra aeronave para Campinas, para realizar este voo. Este incidente ocorreu pouco antes das 21h30, portanto, durante a noite.

Fonte

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

PETROLINK.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Petro Link