Brasil envia ajuda após indígenas denunciarem garimpeiros ilegais

As autoridades brasileiras dizem que estão enviando reforços para proteger o território de um grupo indígena na Amazônia que foi recentemente invadido por garimpeiros ilegais

BRASÍLIA, BRASIL – Autoridades brasileiras disseram nesta sexta-feira que estão enviando reforços para proteger o território de um grupo indígena na Amazônia que foi recentemente invadido por garimpeiros ilegais.

O Ministério da Justiça disse que a operação para proteger a Terra Indígena Xipaya, localizada no estado do Pará, no norte do Brasil, envolve o reforço de equipes da Polícia Federal, unidade conjunta de polícia militar-civil, órgão de assuntos indígenas do governo e órgãos de fiscalização ambiental.

Integrantes do grupo Xipaya denunciaram a invasão na noite de quinta-feira nas redes sociais. “Estamos com muito medo”, disse a cacique Juma Xipaya em um vídeo no qual relatou que uma grande jangada com maquinário utilizável para mineração de ouro desceu o rio Iriri em direção ao seu território.

Cerca de 200 indígenas vivem na reserva Xipaya, que abrange 179.000 hectares (690 milhas quadradas).

Outros membros da comunidade também pediram ajuda através das redes sociais.

Mitã Xipaya escreveu que pessoas armadas estavam invadindo a reserva e que uma ilha estava sendo destruída.

“A jangada é gigante e tem equipamentos de última geração e até radar com captura de ouro e com antenas para comunicação”, escreveu a indígena.

No anúncio da operação do governo, a Polícia Federal disse não ter recebido nenhuma denúncia de “graves conflitos entre índios e forasteiros”.

READ  Os melhores 30 Mini Game Portatil para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima