Óleo e Gás

Brasil arrecadará R$ 300 bilhões/ano com óleo e gás daqui a 10 anos

O Brasil arrecadará, daqui a dez anos, cerca de R$ 300 bilhões anuais com a produção de óleo e gás, estimou o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Décio Oddone.

A projeção, segundo ele, leva em consideração o que o país (União, Estados e municípios) arrecadará com royalties e participações especiais, além de imposto de renda e com as receitas da venda do óleo e gás da União, no regime de partilha.

A arrecadação será fortemente puxada pelo aumento esperado na produção. A ANP estima que ao fim da próxima década o Brasil tenha condições de produzir cerca de 7 milhões de barris diários de petróleo.

“Vemos uma mudança extraordinária de patamar na indústria. A produção vai crescer muito a partir de 2024, 2025 e 2026”, disse após participar do evento “A Indústria alemã e o mercado de óleo e gás”, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, no Rio.

Oddone destacou, ainda, a atratividade das áreas brasileiras. E citou que o país atraiu, entre 2016 e 2018, US$ 7,5 bilhões de todos os US$ 9 bilhões pagos pelas petroleiras em bônus de assinatura nos cerca de 100 leilões de óleo e gás realizados no mundo no período.

Cessão onerosa

O diretor disse “não ter dúvida” de que o leilão dos excedentes da cessão onerosa ocorrerá na data prevista, no próximo dia 6 de novembro.

“Do ponto de vista regulatório, o leilão está pronto. Do ponto de vista político, está cada vez mais pronto, vai acontecer em 6 de novembro, não tenho dúvida”, disse Oddone a jornalistas ao ser questionado sobre o adiamento, para a semana que vem, da sessão plenária do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o relatório final relativo ao leilão.

O TCU vai analisar o processo no dia 9 e a tendência é de que aprove a realização do leilão, cuja arrecadação é estimada em cerca de R$ 106 bilhões com a oferta das áreas da cessão onerosa.

O diretor da ANP disse estar otimista com os resultados das três licitações de óleo e gás previstas para outubro e novembro. Ele afirmou, ainda, que o número de inscritos para a rodada dos excedentes (14 no total) superou as expectativas.

“Serão leilões bem-sucedidos”, disse depois de participar do evento “A Indústria alemã e o mercado de óleo e gás”, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, no Rio.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Indústria naval contrata técnico em eletrônica em Macaé

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para O Topo