Bolzano Covit do Brasil rejeita pedido de restrição de viagens | Notícias de infecção do vírus Corona

O regulador de saúde brasileiro recomendou a proibição de viagens de alguns países africanos após descobrir a nova variante do COVID-19, mas o presidente Jair Bolzano parece ter rejeitado tais medidas.

A controladora Anvisa disse nesta sexta-feira que será necessária a aprovação do governo para implementar sua recomendação de interromper imediatamente os voos da África do Sul, Botswana, Lesoto, Eswatini, Namíbia e Zimbábue.

O Reino Unido e a UE já estão apertando os controles de fronteira enquanto os pesquisadores investigam se a nova mutação do vírus corona é resistente à vacina.

Bolzano foi amplamente criticado por controlar a epidemia.

Ele acusou Lockdowns de se recusar a usar a máscara em público e escolher não ser vacinado, enquanto a comissão do Senado recomendou recentemente que o presidente de extrema direita fosse responsabilizado pela forma como seu governo lidou com a crise.

Das mais de 613.000 mortes, o Brasil tem o segundo maior número de mortes por vírus no mundo, atrás dos Estados Unidos, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

“Como medida de precaução, recomendamos a suspensão imediata de todos os voos da África do Sul, Botswana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbabué”, disse o comunicado. .

A nova variante, chamada B.1.1.529, contém uma proteína de pico que é dramaticamente diferente do vírus corona original com base na vacina, levantando temores sobre como as vacinas atuais funcionarão, de acordo com a Agência de Saúde do Reino Unido.

O órgão regulador brasileiro recomendou “suspender a estada no Brasil para viajantes estrangeiros que passarem por esses países nos últimos 14 dias” porque “a nova variante é altamente contagiosa”.

Antes do comunicado da Anvisa nesta sexta-feira, Bolzano disse que não adiantava fechar a fronteira.

READ  Brasil inicia negociações para o próximo lote do Gripen, enquanto a Saab luta para estender o acordo com a República Tcheca | Notícia

“Que loucura é essa?” Questionado sobre se a viagem seria proibida, Bolzano disse a seus apoiadores. “Se o aeroporto estiver fechado, o vírus não virá. Já está aqui.

Os comentários do presidente foram feitos no momento em que a devastação causada pela epidemia diminuiu nos últimos meses.

Mais de 60 por cento dos 213 milhões de habitantes do Brasil estão agora totalmente vacinados, e o número médio diário de mortes por vírus corona caiu de 3.000 em abril para cerca de 200.

Em Genebra, a Organização Mundial da Saúde alertou contra as restrições de viagens devido à nova variação na sexta-feira.

Crenças carnavalescas

Com o retorno do padrão às praias cariocas, as escolas de samba da cidade deram início às comemorações do icônico festival que deve começar em fevereiro após ter sido cancelado no ano passado, antes que uma nova variante fosse descoberta.

As escolas querem que o Festival do Retiro de 2022 seja o maior desde 1919, quando os moradores do Rio abraçaram a vida com alegria após a devastação de outra epidemia, a gripe espanhola.

Esse festival foi relatado como uma das festas mais antigas de todos os tempos da história.

Na “Cidade do Samba”, carpinteiros, soldadores e figurinistas trabalham a todo vapor no grande pátio do distrito portuário, onde cada escola produz um hangar.

Os atuais campeões do desfile do Carnaval do Rio, a Escola de Samba Vitoro, escolheram o Festival de 1919 como tema de seu desfile de retorno.

Em um ensaio recente, os membros da escola se abraçaram alegremente na pista de dança e cantaram a música, muitas vezes sem máscaras.

Enquanto a rainha da bateria da escola brilha em uma minissaia com bordas douradas, Moacyr da Silva Pinto, o líder sênior dos bateristas, guiava cerca de 50 percussionistas em um ensaio estrondoso com um apito alto no pescoço.

READ  Disputa de direitos minerais no Brasil obscurece a expansão do lítio Sigma

“Vamos ter o maior festival desde 1919”, disse Pinto, 65 anos. “No Rio de Janeiro, o samba faz parte das nossas vidas tanto quanto o futebol e a praia.”

No entanto, a participação no ensaio foi restringida devido ao COVID-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima