Antes da Bienal de Veneza, Jonathas de Andrade junta-se a Nara Roesler – ARTnews.com

Com a aproximação da Bienal de Veneza, Jonathas de Andrade, que representa o Brasil este ano na bienal, incorporou uma nova galeria. Saindo da Vermelho, ele passa a ser representado pela Galeria Nara Roesler, que tem espaços expositivos em São Paulo, Rio de Janeiro e Nova York. Ele continuará a trabalhar com Alexander e Bonin em Nova York e Galleria Continua, que possui sete locais ao redor do mundo, incluindo Itália, Paris e Pequim.

“Ele é um exemplo único de artista contemporâneo que está lidando com todos os meios – imagens em movimento, fotografia, reprodução, instalação – para unir, como ferramenta crítica, a arte contemporânea à cultura popular”, disse Luis Pérez-Oramas, diretor artístico da galeria. em uma entrevista. “Isso tem um significado político muito alto hoje, não apenas no Brasil. O fracasso da modernidade — do projeto moderno — na maioria das nações latino-americanas tem a ver com o fato de que a modernidade foi pensada contra a cultura popular, como forma de superação da cultura popular.”

Artigos relacionados

O artista é talvez mais conhecido por seu filme de 2016 O Peixe, que estreou na Bienal de São Paulo daquele ano e que foi exibido em todo o mundo, inclusive no New Museum em Nova York e no NTU Center for Contemporary Art Singapore. Nela, de Andrade mostra o pescador brasileiro abraçando o peixe de forma carinhosa, quase ritualística, com o intuito de enfatizar formas de cuidado.

Na Bienal, para seu Pavilhão do Brasil com curadoria de Jacopo Crivelli Visconti, de Andrade apresentará uma nova obra intitulada “Com o coração saindo pela boca”. O artista “considera as muitas expressões e idiomas populares brasileiros que fazem referência ao corpo humano para expressar sentimentos, comportamentos e formas de estar no mundo”, segundo um comunicado à imprensa. A mostra terá como modelo uma feira de ciências da escola e incluirá um novo vídeo, esculturas e fotografia.

READ  Governador de São Paulo, Doria, desiste da corrida presidencial do Brasil, dizem jornais

Pérez-Oramas disse: “O trabalho de Jonathas vem da nostalgia do modernismo em direção a uma crítica e desconstrução muito aguda do projeto moderno através da inserção, em sua obra, de vozes populares, comunidades, coletivos e cultura. O projeto que ele está propondo para Veneza é absolutamente sobre isso.”

Além do Pavilhão do Brasil, este ano, de Andrade terá uma retrospectiva na Estação Pinacoteca de São Paulo, com curadoria de Ana Maria Maia, que será inaugurada no outono e atualmente é tema de uma individual no Photografiemuseum Amsterdam.

Ele teve grandes passeios solo no Museu de Arte de São Paulo (em 2016), no Power Plant em Toronto (2017) e no Museum of Contemporary Art Chicago (2019). Seu trabalho foi incluído em várias edições da Bienal de São Paulo, bem como na Bienal de Gwangju 2014, na edição 2015 da Performa, na Bienal Sharjah 2017 e na Bienal Istambul 2019.

Pérez-Oramas acrescentou: “Ele é um artista que coleciona memórias – ou eventos memoráveis ​​ou ruínas ou restos ou vestígios – e os remodela de uma forma que fica cara a cara com a linguagem da arte contemporânea com esses massivos conhecimentos espontâneos e coletivos que podem ser gerado a partir da cultura popular. Ele está realmente na vanguarda de uma das tarefas mais urgentes para a arte hoje.”

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

PETROLINK.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Petro Link