Análise: Epidemia agrava desigualdade entre ricos e pobres no Brasil, educação pública e privada

RIO DE JANEIRO, Brasil – A epidemia de Covit-19 teve um impacto profundo na educação do país, aumentando as desigualdades existentes entre organizações públicas e privadas, bem como entre estudantes ricos e pobres, segundo o Levantamento de Indicadores Sociais (SIS). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Sexta-feira, 3 de dezembro.

Os alunos pobres enfrentaram desafios estruturais muito diferentes – da falta de internet e computadores à educação à distância à falta de água e sabão, exceto que havia muito poucas aulas (presenciais ou à distância) durante a epidemia. . .

Para ler as notícias completas e muito mais, assine nosso plano de associação premium. Já inscrevi?

Artigo anteriorBrasil: Mercado Libre, Americanas e Magalu precisam provar afirmações de “entrega rápida”
Artigo seguinteDe Ministros a Luciano Hang ao “Filho 06”: Quem Paulsonaro quer no Senado do Brasil?

The Rio Times Staff é uma rede de jornalistas freelance e blogueiros em toda a América Latina que relatam notícias de seus territórios. Essas informações são coletadas, verificadas e processadas em nossa redação.

READ  Os melhores 30 Guarda Roupa Solteiro para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima